Parte 1/4 Montar seu Home Theater.

1. Definir o local ideal para acomodar o Home Theater vai depender do espaço disponível na residência e, claro, das suas expectativas. No Brasil, usualmente o Home Theater, é planejado no living (sala de estar), mas não deve ser uma regra. Quando o imóvel comporta, devemos separar a área de estar, com área de TV.

2. Como regra geral, qualquer cômodo, com mais de 10m2, pode abrigar o sistema de áudio e vídeo. Se, por um lado, instalar o Home Theater no living pode ser uma saída bem interessante, por outro, exige vários cuidados técnicos, por exemplo, quase sempre abriga o Home Theater (usualmente chamado de rack), mas também precisa ser projetado para receber os amigos, servir refeições, e assim por diante. E, aqui, não vale a pena se iludir: montar uma sala destinada a tantas atividades, inevitavelmente, vai exigir algumas concessões.

3. Para poupar tempo e dinheiro, procure definir antecipadamente certas intervenções acústicas, como o rebaixamento do teto em gesso.

4. Evite deixar os cabos aparentes ou utilizar canaletas externas. Em nome da estética e da segurança, toda a fiação (elétrica e de áudio, vídeo e automação) deve ficar embutida, seja na alvenaria o no móvel sob medida. Devem ser entregues a um profissional competente. Para evitar interferências na qualidade de som e imagem em salas multiuso, convém incluir um circuito elétrico exclusivo para o Home Theater.

5. A iluminação e as tomadas de energia devem ser independentes; o mesmo vale para o ar-condicionado. De disjuntores a fios e cabos, utilize os melhores produtos e marcas que seu orçamento permitir, tomando o cuidado de projetar tudo com certa folga. Esse cuidado vai possibilitar a conexão de mais equipamentos no futuro, ou até a substituição de algum aparelho atual por outro mais potente sem causar danos.

 

Na próxima semana lançaremos a 2ª parte, aguardem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nome *